domingo, 17 de janeiro de 2010

Globo de Ouro 2010 - Comentários?



Acho que a melhor coisa da cerimônia, além da homenagem ao Scorsese (que, no fim das contas, parece ter existido não para prezar a sua contribuição à 7ª arte ou o seu excelente trabalho como preservador de filmes, mas sim para promover Shutter Island - que publicidade descarada!) foi mesmo Mad Men ter ganho ao invés de Dexter (que, durante a premiação, dava pinta de ter força pra surpreender - John Litgow ganhando, o que era esperado, além de Michael C. Hall desbancando Hamm - o que só não foi tão injusto porque ele é bom ator e nunca tinha vencido - só que o problema é que Jon Hamm é gigantesco e a 3a. temporada da série de que participa, idem). Teve Haneke, cineasta que admiro, recebendo mais um prêmio pelo A Fita Branca (e qual a graça do comentário do REF? - pra mim é triste e desprezível), além de ótimo discurso do Downey Jr. (realmente, tinha tudo para ele ganhar) e uma bela apresentação do Ricky Gervais (primeira vez que entro em contato com seu humor). Ah, e acertei James Cameron em Direção, mas fui ingênuo ao acreditar que Hurt Locker poderia ganhar Melhor Filme (prêmios de crítica realmente importam frente à futura maior bilheteria de todos os tempos?). E ah, também fui ingênuo ao apostar em Nine (numa categoria sem favoritos, o que tem chances de ganhar não é o com maior número de indicações, mas o de maior bilheteria - The Hangover, que não é tão engraçado assim). Também teve Tarantino perdendo Roteiro (o que também, de certo modo, não foi tão imprevisível, já que Up in the Air - de Jason Reitman, o "James Ivory da geração indie", segundo meu irmão, e é por aí mesmo - não podia sair sem nada...). Enfim, não sei mais o que falar, olhem o post abaixo em vez de lerem esse texto.

2 comentários:

Rodrigo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ailton disse...

Mandei o convite!